Aleitamento.com
AmamentaçãoMãe CangurúCriançasCuidado PaternoHumanização do PartoBancos de Leite Humano Espiritualidade & Saúde DireitosProteçãoPromoçãoILCA / IBCLCConteúdo ExclusivoTV AleitamentoGaleria AMNotíciasEventosSites e BlogsLivrariaCampanhas
 
Faça seu login e utilize ferramentas exclusivas. Se esqueceu a senha, acesse o "cadastre-se" e preencha com seu e-mail.

\ Notícias \ Notícia

Vacina contra a Febre Amarela & Amamentação: nova recomendação

Por: Prof. Marcus Renato de Carvalho, UFRJ

 /

Mães que amamentam bebês de até 6 meses NÃO podem ser vacinadas contra Febre Amarela

Daniela Venerando – Click Bebê

                      O pediatra Marcus Renato avisa que o Ministério da Saúde alterou um pequeno detalhe na regra da vacina para mulheres em fase de amamentação

 

Atenção: 

A vacinação não está indicada para as NUTRIZES (ou LACTANTES) que estejam amamentando bebês com até 6 meses de idade.

Em caso de mulheres que estejam dando o peito para lactentes de menos de 6 meses e receberam a vacina, o aleitamento materno deve ser suspenso por 10 dias após a vacinação. Essa recomendação foi atualizada, pois anteriormente a suspensão era por 28 dias.

Essa nova recomendação do Ministério da Saúde orienta quem está amamentando a adiar a vacinação contra a febre amarela até o bebê completar seis meses. De acordo com o órgão do Governo, há risco de os bebês serem contaminados pelo vírus atenuado da doença, usado na fabricação do imunizante (vacina), já que o vírus pode ser transmitido ao bebê por meio do leite da mãe, que foi vacinada.

Caso não seja possível adiar, o Ministério recomenda que as mães retirem o próprio leite antes da imunização e o congelem para uso durante os 10 dias subsequente à vacina. Uma recomendação difícil de ser cumprida, dado o volume grande a ser ordenhado e conservado com segurança. Após 10 dias o vírus atenuado não estará mais presente no leite materno. 

As alterações nas orientações para quem está amamentando ocorreram em razão de o Brasil ter registrado, pela primeira vez na história, dois casos em que mães vacinadas contra a doença transmitiram às crianças, por meio da amamentação, o vírus. Os dois bebês, que apresentaram problemas neurológicos, evoluíram bem.

Raio-x da Febre Amarela

Doença infecciosa, de gravidade variável e com até 12 dias de duração, mas com alta letalidade.

Transmissão: pela picada de mosquitos transmissores infectados – insetos silvestres ou urbanos, como o Aedes aegypti. Não há transmissão entre pessoas

Sintomas: febre, dor de cabeça, calafrios, náuseas, vômito, dores no corpo, icterícia e hemorragias

Tratamento: não há remédio, apenas se controlam os sintomas

Prevenção: vacina é gratuita nos postos de saúde e também pode ser comprada em clínicas de vacinação.

Orientações para a vacinação contra Febre amarela para crianças e gestantes residentes em área com recomendação da vacina ou viajantes para essa área

Indicação

Esquema

Crianças de 6 meses a 9 meses

de idade incompletos

A vacina está indicada somente em situações de emergência epidemiológica, vigência de surtos, epidemias ou viagem inadiável para área de risco

de contrair a doença.

Crianças de 9 meses até 4 anos

11 meses e 29 dias de idade

Administrar 1 dose aos 9 meses de idade e 1 dose de reforço aos 4 anos de idade, com intervalo mínimo de 30 dias entre as doses.

Gestantes

A vacinação está contraindicada

Na impossibilidade de adiar a vacinação, como em situações de emergência epidemiológica, vigência de surtos, epidemias ou viagem para área de risco de contrair a doença, o médico deverá avaliar o benefício e o risco da vacinação.

Mulheres que estejam amamentando bebês com até 6 meses de idade, independentemente do estado vacinal*

A vacinação não está indicada, devendo ser adiada até a criança completar 6 meses de idade.

Na impossibilidade de adiar a vacinação, como em situações de emergência epidemiológica, vigência de surtos, epidemias ou viagem para área de risco de contrair a doença, o médico deverá avaliar o benefício e o risco da vacinação.

Em caso de mulheres que estejam amamentando e receberam a vacina, o aleitamento materno deve ser suspenso por 10 dias após a vacinação. Essa recomendação está atualizada, anteriormente a suspensão era por 28 dias.

 

A maioria das MÃES que AMAMENTAM podem tomar a vacina contra a Febre Amarela

 

Apenas as mulheres que estiverem amamentando bebês menores de 6 meses que NÃO podem tomar a vacina, e se tomaram ficarem 10 dias sem amamentar.                                                 

Ajudem a divulgar essa informação, porque acabamos de ver na TV uma profissional de saúde afirmar que as mães que amamentam não podem tomar a vacina contra a Febre Amarela – o que não é verdade!


Última atualização: 19/1/2018

 

Curtir

Comentários


Essa é uma área colaborativa, por isso, não nos responsabilizamos pelo conteúdo. Leia nossa Política de Moderação.
Caso ocorra alguma irregularidade, mande-nos uma mensagem.

 

Depoimentos

Gostou do site? Ele te auxiliou em algum momento? Deixe seu depoimento, assine nosso livro de visitas! Clique aqui.

Quem Somos | Serviços | Como Apoiar | Parceiros | Cadastre-se | Política de Privacidade/Cookie/Moderação | Fale Conosco
O nosso portal possui anúncios de terceiros. Não controlamos o conteúdo de tais anúncios e o nosso conteúdo editorial é livre de qualquer influência comercial.
Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência. Ao navegar no mesmo, está a consentir a sua utilização. Caso pretenda saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade/Cookie.
23 Ano no ar ! On-line desde de 31 de julho de 1996 - Desenvolvido por FW2 Agência Digital