Aleitamento.com
AmamentaçãoMãe CangurúCriançasCuidado PaternoHumanização do PartoBancos de Leite Humano Espiritualidade & Saúde DireitosProteçãoPromoçãoILCA / IBCLCConteúdo ExclusivoTV AleitamentoGaleria AMNotíciasEventosSites e BlogsLivrariaCampanhas
 
Faça seu login e utilize ferramentas exclusivas. Se esqueceu a senha, acesse o "cadastre-se" e preencha com seu e-mail.

Cidade tem "AMIGAS da AMAMENTAÇÃO"

Por: A Voz da Cidade, Barra Mansa, RJ

Município implanta projeto Amigas da Amamentação

 

 

RIO CLARO- O município está prestes a implantar na rede pública de saúde o programa Amigas da Amamentação, que é desenvolvido em parceria com o Governo do Estado. O programa visa conscientizar as mães sobre a amamentação exclusiva de leite materno em bebês de até seis meses deidade. Os profissionais começarão a ser capacitados até o fim de abril, em seguida, o projeto será levado aos Programas de Saúde da Família (PSF) do município.

De acordo com o pediatra e coordenador do Programa de Assistência Integral da Saúde da Criança e do Adolescente, Maurício Sarapeck Ribeiro Pinto, outro objetivo do programa é aumentar o número de mães que amamentam seus filhos exclusivamente no peito. “Já foi comprovado que mães que amamentam têm menos chances de desenvolver o câncer de mama. Já o bebê que é amamentado sofre menos internações e tem menos risco de morte precoce”, explicou o coordenador. Entre os benefícios da amamentação para o bebê, a pediatra destaca a diminuição dos riscos de futuras doenças alimentares, coronarianas e crônicas, como diabetes e linfomas, e evita a desnutrição e a obesidade. Para a mãe, reduz o risco de hemorragia pós-parto. Ele informa que o leite materno deve ser alimento exclusivo até os seis meses de idade. “O leite materno é recomendado em regime exclusivo nos seis primeiros meses de vida. Após este período até os dois anos ou mais, a amamentação deve ser complementada por outros alimentos e não substituída por eles”, observou.

Maurício diz que todos os profissionais de saúde serão capacitados a orientar as mães e as gestantes sobre a importância do aleitamento materno. “Não só médicos ou enfermeiros que serão capacitados querem abranger recepcionistas e até os motoristas. É importante que nosso público alvo esteja cercado de informações corretas”, destacou,contando que através da capacitação, uma simples entrevista de vacinação pode ser fundamental à mãe ou à gestante.
 
 


Última atualização: 4/2/2011

 

Curtir

Comentários


Essa é uma área colaborativa, por isso, não nos responsabilizamos pelo conteúdo. Leia nossa Política de Moderação.
Caso ocorra alguma irregularidade, mande-nos uma mensagem.

 

Depoimentos

Gostou do site? Ele te auxiliou em algum momento? Deixe seu depoimento, assine nosso livro de visitas! Clique aqui.

Quem Somos | Serviços | Como Apoiar | Parceiros | Cadastre-se | Política de Privacidade/Cookie/Moderação | Fale Conosco
O nosso portal possui anúncios de terceiros. Não controlamos o conteúdo de tais anúncios e o nosso conteúdo editorial é livre de qualquer influência comercial.
Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência. Ao navegar no mesmo, está a consentir a sua utilização. Caso pretenda saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade/Cookie.
23 Ano no ar ! On-line desde de 31 de julho de 1996 - Desenvolvido por FW2 Agência Digital